GREGOR: O GUERREIRO DA SUPERFÍCIE – SUZANNE COLLINS

É incrível quando conseguimos nos emocionar, e nos identificar loucamente com um livro de magia. Mais uma vez Suzanne Collins mostrou que realmente nasceu para escrever.
Aqui no Blog Casa de Livro já contamos com sua série Jogos Vorazes, publicada. Uma trilogia que deu o que falar, e que conquistou uma legião de fãs ao redor do mundo.
Porém muitos não sabiam, que essa habilidosa autora, já havia escrito uma outra série. As Crônicas do Subterrâneo. E é com grande orgulho que eu, da equipe Casa de Livro, venho a comentar sobre cada volume dessa magnífica jornada por uma Terra onde criaturas míticas, irão deixá-los sem fôlego. Apresento agora a todos vocês, Gregor, o Guerreiro da Superfície.
Gregor é um garoto de origem humilde, que mora com sua família em um pequeno apartamento em Nova York. No local moravam, o garoto de onze anos, sua avó já idosa e doente, sua mãe que trabalhava duro para sustentá-los, e as duas irmãs. Lizzie de nove anos, e Boots, ou melhor, Margareth de dois anos.
Gregor sofria com o desaparecimento de seu pai. Há mais de dois anos ele simplesmente sumiu. Sua mãe ficou desolada e o garoto com apenas nove anos de idade teve que ajudar a tomar conta de sua família. Hoje com onze, ele não pode mais ser considerado uma criança. Com sua vida cheia de problemas e um pai ausente, ele teve que amadurecer e encarar as responsabilidades, sem nem ao menos conhecer nada da vida.
Certo dia, Gregor foi até a lavanderia de seu prédio. Boots, sua pequena e inseparável irmãzinha o acompanhou até o local.
E foi quando a garotinha estava brincando perto de uma abertura estranha na parede, que a aventura de Gregor deu início.
Ele e sua irmã foram sugados por aquela “porta”. E o caminho era extremamente extenso, ele nunca demorou tanto para cair.
O garoto pensou que sua vida estava chegando ao fim, aquele seria seu último momento de vida. E Boots, tão pequena, também estaria perdida. Foi quando ele sentiu seus pés tocarem o solo, que tudo ficou ainda mais confuso na mente de Gregor. Pois ele se deparou com baratas gigantes, que falavam e que sabiam quem ele era.
Como isso era possível?

As Baratas, contaram ao menino que ele estava no subterrâneo e decidiram levá-los para os humanos. Boots logo fez amizade com aqueles “bixo gande” que ali naquele mundo mágico eram conhecidos como rastejantes.
Quando eles se encontraram com os humanos, Gregor ficou fascinado. Eles eram de uma brancura incrível, os olhos cor de violeta e as roupas um tanto inusitadas.
Luxa, foi a primeira a conversar com o garoto, e ele não gostou nada nada de sua arrogância. Quem aquela menina metida a besta achava que era?
Foi então que Vikus apareceu e os apresentou. Luxa era nada menos que a rainha do subterrâneo.
Gregor e Boots foram levados para o palácio, em uma cidade subterrânea que se chama Regália. Lá eles foram tratados, alimentados, e limpos. O cheiro dos humanos da superfície poderia atrair roedores, ratos gigantes, que estavam loucos para começar uma terrível Guerra, guerra essa que estava mais próxima do que todos poderiam imaginar.
A principio o menino só queria voltar para casa. Ele sofreu com sua mãe quando seu pai desapareceu e sabia que agora ela estava novamente sofrendo pelos filhos. Ele não conseguia suportar a ideia de que sua mãe estaria sofrendo tamanha dor.
Quando ele pediu para ir embora, ninguém deixou. Gregor então imaginou que estavam sendo mantidos prisioneiros e tentou fugir, ele criou um plano mirabolante em sua cabeça e tentou executar, mas quase saíram mortos. Se não fosse por Luxa e os habitantes daquela cidade, os irmãos teriam sido devorados pelos ratos.

Foi então que ele descobriu que não eram prisioneiros, e sim considerados Guerreiros, e Boots uma princesa.
Há muito tempo atrás, Bartholomew de Sandwich, escreveu uma profecia sobre aquele lugar. Ele disse que um guerreiro desceria ao subterrâneo para salvar os humanos das garras dos roedores, e para resgatar uma figura perdida. E a figura perdida, era o pai de Gregor. O Pai que estava desaparecido a mais de dois anos, que fez a sua família sofrer a dor de perdê-lo, o Pai que eles tanto amavam, e que foi sugado pela mesma abertura que seus filhos.
Mas estaria ele ainda vivo?
Vikus imagina que sim, o pai dele era um homem da ciência, os ratos o manteriam vivo para conseguirem formular armar para acabar com Regália.
Juntos então se juntam para salvar o pai do Guerreiro. Juntos eles descobrirão verdade sobre o mundo subterrâneo que ninguém conhecia. Juntos eles entenderão o valor da amizade e da lealdade.
Humanos, Rastejantes, Voadores, Fiandeiros e Roedores, se juntaram para um bem maior, e farão a diferença entre muitos.
Gregor conseguirá manter sua irmã viva?
A profecia diz que quatro morrerão. Gregor estaria entre eles?
O pai estaria ainda vivo? Como resgatariam?
E como esta sua mãe na superfície, ela irá aguentar até que eles voltem?
Quanto tempo já seu passou?
Em um lugar escuro, úmido e fatal. Duas crianças irão até o fim para salvar seu pai e uma cidade que está em perigo.
Reis, Rainhas, criaturas maquiavélicas, todas prontas para matar.
Como diriam as incríveis rastejantes: Qual será o destino de Gregor da superfície, Qual será?
Esse foi o nosso comentário para o primeiro volume da série. Que já foi incrivelmente bela. Continue nos acompanhando, logo mais teremos os outros volumes.
E ao contrário de Gregor, nós não vamos querer mais sair do subterrâneo.
Casa de Livro Recomenda.


Profecia:
Cuidado, subterrâneos, o tempo.
Escorre pela peneira.
Os caçadores são caçados.
A água corre vermelha.
Os roedores atacarão para espalhar destruição.
A esperança dos desesperados reside numa missão.
Um guerreiro da superfície, do Sol ele é filho,
Poderá nos trazer de volta a luz,
Poderá nos trazer o vazio.
Mas reúnam seus vizinhos e sigam seu chamado
Ou pelos ratos cada um de nós será devorado.
Dois de cima, dois de baixo,
De sangue Real nas veias
Dois voadores, dois rastejantes, aceitam.
Dois fiandeiros de teias.
Um roedor ao lado e um perdido adiante.
E oito sobrarão ao contar.
Os mortos e os rastejantes.
O último a morrer escolherá de que lado está.
O destino dos oito em suas mãos ficará.
Digam para ele ter cuidado.
Para olhar onde pula,
Pois vida pode ser morte e na morte
A vida outra vez circula.

Titulo: Gregor: O Guerreiro da Superfície.
Titulo Original: Gregor the Overlander.
Autora: Suzanne Collins
Ano: 2003
Páginas: 300
Editora: Galera
Boa Leitura.
Casa de Livro Blog.
Karina Belo

Aqui só vivem pessoas, ou vivem baratas e morcegos também? – Gregor indagou.
– Esta é uma cidade de humanos. Os outros têm suas próprias cidades, ou talvez “terras” seria um termo mais exato – explicou Vikus. – A maior parte do nosso povo vive aqui, porém alguns vivem nos subúrbios, se seus empregos assim determinarem. Lá está nosso palácio – disse Vikus, apontando uma enorme fortaleza circular na borda oposta do vale. – É para lá que nós vamos.

O grupo rapidamente se preparou para partir. Temp e Tick se negaram terminantemente a montar qualquer morcego sem Boots. Isso provocou uma breve discussão, porque Boots tinha de voar com Gregor, e aquilo significava que um morcego teria de levar ambos os habitantes da Superfície e as duas baratas. Os morcegos podiam aguentar o peso, mas isso significava que quatro passageiros inexperientes ficariam sozinhos no mesmo morcego.

– Bem, prefiro pensar em mim mesmo como uma lenda, mas suponho que “guia” seja suficiente – disse uma voz grave e experiente, vinda das trevas.
Gregor virou o facho de luz da lanterna na direção do som.
Encostado na boca do túnel estava um rato com uma cicatriz diagonal no rosto. Gregor precisou de apenas um instante para reconhecê-lo como sendo o rato que Vikus havia derrubado no rio.
– Bem, sendo assim, Gregor, eu sei qual é o presente que eu gostaria de lhe dar, mas você só poderá encontrá-lo em si mesmo – Vikus concluiu.
– E o que é?

– Esperança – Vikus revelou – haverá momentos em que ela será muito difícil de encontrar. Tempos em será muito mais fácil escolher o ódio, em vez dela. Mas se você quiser encontrar a paz, você terá primeiro que ter a esperança de que ela é possível.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s